AVALIAÇÃO DE EMPRESAS

 

Empresas valem tanto mais quanto maior for sua capacidade de gerar caixa para seus proprietários ou, como foi publicado em um editorial do The Wall Street Journal, “... se o administrador mantiver a atenção na saúde financeira e operacional da empresa, o preço das ações cuidará de si próprio.” Essa mensagem deixou no ar uma pergunta: qual o método de avaliação mais coerente com a meta de criação de valor?

O Fluxo de Caixa Descontado é a ferramenta mais indicada, pois considera todos os eventos que afetam o valor da empresa de maneira, ao mesmo tempo, abrangente e completa; a aplicação desta metodologia em nossos clientes se dá através de sete etapas bem definidas:

 

  • Análise do desempenho histórico dos principais values drivers e análise dos resultados e tendências em comparação com outras empresas do mesmo ramo e dimensões.

  • Análise da saúde financeira da empresa – até que ponto os lucros operacionais podem cair sem que haja dificuldades para pagar o serviço da dívida?

  • Projeção do desempenho em função de suas estratégias e dos cenários mais prováveis para um período convenientemente escolhido.

  • Estimativa do custo do capital considerando todas as suas possíveis fontes – dívidas, ações, cotas – as taxas de juros e a inflação.

  • Cálculo do valor da perpetuidade.

  • Apuração das dívidas para abatimento.

  • Cálculo do valor final da empresa ou divisão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O modelo do FCD pode ser aplicado com igual eficiência também a divisões de uma determinada empresa que se queiram avaliar para fins de negociação e, muito importante, para a aplicação de modelos de remuneração variável que recompensam os executivos pela criação de valor.